Ataque ao islam ou Islão a nu – Para tomar consciência do terror islâmico e o atacar

Os servos da besta islâmica estão cada vez piores

Posted by ombl em Dezembro 6, 2010

Somali de 17 anos é assassinada(1) a tiro por converter-se ao cristianismo

Muçulmanos pagam a assassinos

Ministro paquistanês para as Minorias Religiosas ameaçado de morte

Tudo malta “anti-sionista” — 

Boletim da Perseguição aos Cristãos: 19/11 a 30/11/2010

Imã “moderado” de Munique recitou Alcorão 4:34 enquanto espancava uma das três esposas

Malásia: campo de concentração muçulmano para cristãos

Cristãos marroquinos, apóstatas do islão, perseguidos pelas autoridades

Muçulmanos especializados em Estupro

Peña Esclusa advertiu que Irã poria mísseis na Venezuela

No “moderado” Qatar da Copa de 2022,Catarianos veneram Hitler e bin Laden

Malásia: Campo de concentração muçulmano para Cristãos

Egípto: Limpieza racial. Los cristianos coptos son asesinados por la policía y los musulmanes, a los herídos se les niega asistencia en los hospitales.

UGANDA – 3/12/2010 (06h30) – Ex-muçulmano é assassinado brutalmente

Mais:  Geert Wilders, uma grande entrevista

O que faz falta é irritar a malta:

Se Israel tem, porque é que os aiatolas  não podem ter?-2

Stuxnet

Israel Today

BRAVO Mr. Stadler.

Parlamentar austríaco responde a embaixador turco

«O Princípio da Abrogação no Alcorão»

Métodos que os muçulmanos usam para atacar o cristianismo

Uma resposta to “Os servos da besta islâmica estão cada vez piores”

  1. Mats said

    Wow! Isto está mal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: