Ataque ao islam ou Islão a nu – Para tomar consciência do terror islâmico e o atacar

Olavo de Carvalho e Pat Condell sobre o Islão

Posted by ombl em Fevereiro 19, 2011

Olavo de Carvalho, Atuação Islâmica no Ocidente, onde também fala sobre as taricas, True Outspeak 05/03/07__

Pat Condel, A VERDADE CRIMINOSA…

Transcrição do vídeo em http://dotsub.com/media…..
Criticar a religião da paz é correr o risco de ser acusado de incitação ao ódio
por pessoas que vão continuar a insultar-nos e a ameaçar-nos,
e tanto quanto permitir a sua perversa imaginação,
seremos nós os acusados de incitação ao ódio.
E se tivermos a pouca sorte de viver em certas partes da Europa,
vamos ser ainda por cima condenados como criminosos.
Todos aqueles que pensaram que a experiência com os cartoons
foi uma maneira da Dinamarca bater o pé ao Islão ficarão decepcionados
ao saber que este país ultimamente condena os seus próprios
cidadãos por dizer a verdade acerca da religião da ofensa permanente.
Esta semana Lars Hedegaard, o presidente da Free Press Society,
vai ser condenado na Dinamarca apenas por mencionar a relativa
enorme quantidade de violações no seio da família na cultura muçulmana.
Como toda a gente sabe, a violência contra mulheres e raparigas
é uma das razões que faz com que a cultura islâmica seja inferior à ocidental –
Não é só diferente, é consideravelmente menos civilizada
No entanto, as autoridades dinamarquesas querem que as pessoas pensem
que a violência islâmica contra mulheres e raparigas não existe
porque de outro modo teriam que tomar medidas,
e isso é a última coisa que querem, isso significaria motins na via pública,
barricadas, carros incendiados e tudo o que se segue,
e dinamarqueses de férias em países muçulmanos
poderiam ser atacados ou mortos.
E assim fazem de conta que não existe
condenando quem afirmar que existe.
Para eles é mais seguro criminalizar os seus cidadãos,
sabem que assim não haverá distúrbios e ninguém será assassinado.
Neste processo, assim como nos outros dois que vão ter lugar
na Holanda e na Austria, dizer a verdade não é uma defesa,
porque não se trata de confirmar ou apurar a verdade,
o que a justiça supostamente deveria fazer.
Trata-se de esconder a verdade para apaziguar a ameaça de violência muçulmana,
o que faz disto um acto de terrorismo cultural.
E é agravado pelo facto que não se ouve sequer uma palavra
sobre este assunto na imprensa ocidental, a chamada imprensa livre,
que parece querer fazer disto o seu pequeno segredo.
Se não fosse a Internet, ninguém estaria ao corrente deste processo
ou do processo na Austria.
Ofender é actualmente um crime em vários países europeus.
Não há ninguém na imprensa ocidental que tenha algo crítico a dizer sobre isto?
Ou já se tornaram tão estúpidos e complacentes para perceber
que estas leis também ameaçam a liberdade de imprensa,
assim como a liberdade do cidadão dizer o que pensa?
Uma das mentiras mais prejudiciais da nossa época é dizer que todas as culturas são iguais,
quando é claro, visível e comprovado que nem de perto são iguais.
Até parece que não se encontram no mesmo planeta, tão desiguais são.
Mas nós temos medo de pisar ovos, tão confusos estamos com
tanta culpa post-imperialista, e por razões inexplicáveis resolvemos
ver nisso uma virtude mortificadora, e não uma maldição castradora.
Quando se permite a imigração de milhões de pessoas de lugares
onde é normal mutilar as filhas,
onde as matam num repente por causa de um distorcido sentimento de honra,
e onde as vítimas de violação são tratadas como criminosas,
não é preciso ser um génio para perceber que estamos a importar
também estes valores e comportamento, a não ser que tomemos medidas preventivas.
E foi aqui que falhamos espectacularmente na Europa.
Na realidade, fomos nós que encorajamos isto ao permitir o separatismo e a formação de guetos
Sob o pretexto do nosso velho amigo: multiculturalismo.
E como consequência, a violência islâmica contra mulheres e raparigas
é hoje uma vergonhosa realidade na Europa, e tentar usar a lei para reprimir
a discussão sobre este tema não é ser esclarecido nem tolerante nem liberal;
é uma vergonha, uma estupidez, uma cobardia e é imperdoável.
Trata-se de poluição cultural a nível criminoso, e para quem vive na Europa
vão ser os netos a pagar o preço,
eles vão amaldiçoá-lo, e todos os outros que vivem hoje, por ter deixado isto acontecer.
A nossa civilização foi forjada no duro teste da troca de ideias opostas livremente.
Este é o segredo mágico. Este é o padrão-ouro que tornou possível o que somos,
que fez das nossas sociedades as mais avançadas da história da humanidade.
Temos o dever e a obrigação de manter este padrão, seja como for,
em prol das gerações futuras. Apesar da avalanche de direitos
Em que fomos submersos nos últimos anos, não temos o direito de fugir a este,
porque sem o direito à liberdade de expressão, todos os outros são inúteis.
A liberdade de expressão não é a propriedade exclusiva desta geração de pacificadores sem carácter.
É uma parte intrínseca e essencial da nossa identidade
assim como o Alcorão é para os muçulmanos, e ninguém tem o direito de modificar
isto independentemente de quem se sentir ofendido.
E quem persistir em se sentir ofendido
o melhor é arranjar mais poder de encaixe ou ir viver para outro sítio.
E quem não gostar que vá dar uma curva.
E isto é extensivo a todos os procuradores da justiça e aos cavalos em que vieram montados.
Paz. Posso dizer isto?

2 Respostas to “Olavo de Carvalho e Pat Condell sobre o Islão”

  1. […] reading here: Olavo de Carvalho e Pat Condell sobre o Islão « Islão a nu – Para … Tweet This Post Plurk This Post Buzz This Post Delicious Digg This Post Facebook MySpace […]

  2. […] more here: Olavo de Carvalho e Pat Condell sobre o Islão « Islão a nu – Para … Tweet This […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: