Ataque ao islam ou Islão a nu – Para tomar consciência do terror islâmico e o atacar

Comentário de Gabriel

Posted by Conselho Superior do Supremo kalifado em Agosto 7, 2011

A Bíblia é autorizada e tem poder para determinar, nos assuntos de religião, o que seria ou não uma heresia, religião falsa ou falso profeta. Maomet, o Islamismo não preenchem os requisitos da Verdade Bíblica.

O Velho Testamento, base para o Alcorão, não aponta nenhum profeta para substituir a revelação máxima de Jesus. A pretensão de Maomet é infundada, mentirosa e fabulosa. O Islamismo, por mais sinceros que sejam seus seguidores, é uma invenção paralela ao cristianismo que o livro do Apocalipse classifica como “poço do abismo” (Apoc. 9:2).

Toda a violência e a intolerância dos muçulmanos revelam a falsidade de seus pretensos dogmas religiosos. Deus é amor, e nunca apoiaria os métodos grotescos de uma religião que usa a força, o crime e é apoiada por armas e bombas.

Todo a dispensação hebraica, israelita e judaica foi caracterizada pela ação Divina para salvar o homem e levar as nações a um convívio pacífico e seguro. Qualquer aproximação do Islã ao pretenso convívio sadio e pacífico é pura utopia. O Islã é uma filosofia religiosa falsa e que leva os homens a violência, ao barbarismo e ao crime.

O terrorismo e agora mais recentemente as manifestações intolerantes e violentas que o mundo islâmico assume revelam o caráter desses pretensos seguidores de Allah. Deus não apóia a violência; ela é fruto do reino das trevas, Satanás é o idealizador do terrorismo, e os homens bomba são nada mais que infelizes servos do Diabo.

Não herdarão mulheres e muito menos estarão no paraíso. Essa estúpida história nunca é mencionada no Velho testamento, nem sequer é ensinado que há vida após a morte… é uma invenção sórdida e absurda do Islã, vinda direta da mente de Satã.

Não há um segmento pacífico do Islã; o que existe é uma atenuação dos seus ensinos. O Islamismo ocidental não atenua os escritos do Alcorão. Maomet ensinou a intolerância aos cristãos; incentivou o suicídio pela fé; pregava fabulas para incentivar os seguidores a depor sua vida em nome de Allah.

O Islã é um contraste com os princípios pacíficos do Evangelho Cristão; Jesus ensinava que “deveria de dar a outra face ao que o fere”, “andar duas milhas” com os soldados romanos que exigiam aos judeus carregar suas cargas e amar ao próximo. Um contraste absurdo com o Islã.
Maomet inventou o Islamismo, mas seus dogmas revelam sua grande farsa.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: