Ataque ao islam ou Islão a nu – Para tomar consciência do terror islâmico e o atacar

Consequências da invasão islâmica

Posted by Conselho Superior do Supremo kalifado em Outubro 11, 2015

Fonte. https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=1250746808285015&id=725178184175216

(Conhece-se a árvore pelo seu fruto)   

Uma médica anestesista tcheca, que trabalha em um hospital em Munique, na Alemanha, descreve, em uma carta, cenas horríveis dos invasores muçulmanos sobrecarregando o sistema de saúde – fazendo exigências, ameaças, e atacando equipes médicas. As massas que estão descendo sobre a Europa também estão chegando com uma série de doenças transmissíveis, incluindo doenças erradicadas da Europa. Os principais pontos da carta são:

• Clínicas e hospitais são incapazes de lidar com o afluxo maciço de imigrantes com suas doenças e exigências inumeráveis.
• Muitos dos migrantes têm HIV, tuberculose, sífilis e doenças exóticas não vistas na Europa, enquanto que muitas das mulheres estão grávidas com várias crianças desnutridas no reboque.
• Muitos muçulmanos do sexo masculino recusam o tratamento por pessoal feminino. Ao mesmo tempo, funcionários do sexo feminino se recusam a trabalhar entre os muçulmanos (homens), que temerem por sua própria segurança.
• Quando os migrantes descobrem que eles devem pagar por prescrições, eles têm um ataque. Em um exemplo, um muçulmano esfaqueou um médico e duas enfermeiras. Tanto médico e enfermeiras precisaram de cuidados na UTI. O atacante não foi preso ou punido (claro que se um alemão fizer isso vai preso na hora)
• Depreende-se do relatório de um médico que um paciente jogou urina infectada com sífilis no rosto de uma enfermeira.
• Os bárbaros estão causando tal devastação que eles devem agora ser acompanhado por unidades K-9 da polícia quando eles vêm para o hospital e polícia deve proteger clínicas, hospitais e farmácias.

A médica desafia aqueles que seguram cartazes de “bem-vindos imigrantes” para trabalharem como recepcionistas nos hospitais, ou como atendentes nas farmácias ou como zeladores dos centros e prédios de refugiados, mas sem a proteção da polícia. Ela diz que se a coisa continuar, ela deixa a Alemanha e volta para a República Tcheca.

E se isso não é chocante o suficiente, a imprensa local é proibida de informar sobre disso, forçando os cidadãos a se comunicarem por e-mail, como um sistema um tanto clandestino de partilha de informação, necessário em face de camada sobre camada de loucura. Os líderes europeus escolheram morte sobre a vida, mas isso parece não ser novidade. Mas agora eles estão acelerando seu desaparecimento da Europa como um motorista bêbado dirigindo em alta-velocidade em uma auto-estrada.

Vídeo com a leitura da carta: http://www.liveleak.com/view?i=681_1444192396

http://www.americanthinker.com/…/muslims_in_the_hospital_mu…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: