Ataque ao islam ou Islão a nu – Para tomar consciência do terror islâmico e o atacar

Archive for Maio, 2016

Ataque ao islam/islão

Posted by Conselho Superior do Supremo kalifado em Maio 25, 2016

Algumas informações e versículos do Sagrado Alcorão de Ataque ao islam.

– Não se pode confiar em nada que muçulmano diga.
Ou é falso e mau ou está ao serviço da falsidade e maldade. Mesmo se muçulmano mistura algumas meias-verdade, é para mentir mais e fazer mentiras maiores.

– o criminoso islam sempre roubou e rouba as coisas de valor e boas dos outros, para as deturpar e pôr ao serviço de suas falsidades e maldades. Roubou Meca, a kaaba, a pedra, o símbolo, a arquitectura, as prostrações, os gestos e tudo o mais. Até a história das virgens foi roubada e deturpada.

– No execrável islam, nenhuma boa fonte espiritual fala ou mexe, mas fora do islam, falam, orientam, revelam e manifestam-se de infinitas maneiras.

-Pior. no maldito islam, só os maus, diabos e ajudantes,  mexem e falam aos muçulmanos. Nenhum erudito o pode negar.

– Muitos muçulmanos já sabem de muitas verdades sobre o enganador e maligno islam.
Nem uma só desmentem ou convocam os mais eruditos para as desmentirem. Com isso só as confirmam e aprovam.

– Foi o próprio maomé que nos revelou que o seu coiso de allah disfarçado era pior que coisa má, mas muçulmanos teimam em não acreditarem em maomé.

– Em verdade, se visto e analisado ao pormenor, tudo no maldito islam são insultos injúrias blasfémias faltas de respeito para com o próprio islam, maomé, aquele allah, o corão e os próprios muçulmanos.

– No islam só há um corão que é pior que falso e mau, pois só conta aquilo que maomé disse e fez, sendo que maomé nem sequer o escreveu organizou comentou ordenou numerou explicou. Mas fora do islam há infinitos e infinitos alcorões, todos eles verdadeiros e que nenhum muçulmano pode negar. Pois que se valida o que há de verdadeiro e bom no mundo espiritual que o maldito islam nem sequer reconhece existir. Todos esses infinitos alcorões são provas de que o verdadeiro Divino é mesmo Grande e que suas palavras são infinitas, sendo sempre mais as que estão por dizer do que as que foram ditas.

– Quanto pior o repugnante islam se revela, mais os muçulmanos inventam para esconderem sua cobardia em denunciarem os males e crimes do islam e em reconhecerem o bem e a justiça dos outros.

– Fora do maldito islam, as pessoas podem ser gente e decente, por mais diferenças polémicas problemas dúvidas e contradições que haja. No islam, os muçulmanos só podem e querem ser bestas e cada vez piores.

– Há muitas boas ideias exemplos livros e pessoas, os muçulmanos fazem tudo para os ignorar negar anular ou roubar e deturpar para pôr ao serviço de suas falsidades e maldades.

– Ninguém fora do islam, obriga o muçulmano a seguir sua maligna doutrina e inspiração. o muçulmano é que a escolhe seguir e servir por a mesma alimentar sua alienação e droga mental e o alimentar de ganâncias e arrogâncias malignas.

– Em verdade, o muçulmano é que é o mal. é ele que  escolhe seguir e servir a pior inspiração para os piores crimes desgraças e trapaças.

– Deus criou infinitas boas soluções. Basta que os muçulmanos voluntariamente se convertam a escravos dos judeus sionistas, para a Siria voltar a ser um bom  país e os seus habitantes gente feliz.

– Se não fosse a riqueza que as pessoas fora do islam criam, os islam nada era.
Em verdade, o islam só existe porque foi e é muito hábil a enganar trapacear mentir falsificar parasitas e aproveitar-se da bondade generosidade e ingenuidade das pessoas.

– Uma boa pessoa, só o é realmente se atacar o mal, por mais que o mesmo esteja disfarçado camuflado escondido maquilhado. E o maior mal deste e do outro mundo é o islam, que se desenvolveu mais a partir do momento em que um coiso mau, de gibril disfarçado, deu pesadelos a um ganancioso maluco, vulgo maomé ou mohammad, dentro de uma caverna.

– É um grande  desafio saber onde e como está toda a maldade na doutrina e informações oficiais islâmicas. Mas a verdade é que toda essa maldade barbaridade  crueldade já está na frase”allahu akbar” e na ideia de que aquele allah era único e maomé o seu mensageiro. É essa mesma frase e ideia que inspirou e inspira aos maiores crimes feitos pelos pelos piores criminosos.

-Numa linguagem que todo o muçulmano devia entender, tudo o que aqui está  é ordenado dizer pelo verdadeiro Allah, o da Verdade Bem Justiça e Vida, e tudo também está escrito e desenhado em infinitos alcorões , nomeadamente no Sagrado Alcorão da Verdade e no Sagrado Alcorão Total, que nenhum muçulmano por mais erudito que se diga, poderá desmentir, muito menos negar

– Enquanto não for totalmente,  maometano,  muçulmano, essa criatura ainda pode revelar algumas  componentes boas.  Ainda podem revelar algum humanismo natural e outra influências culturais.  Por respeito e consideração por aquilo que de bom a criatura ainda possa ter, é que as verdades sobre o enganador e maligno islam devem ser ditas escritas repetidas e divulgadas.  As verdades, por mais chocantes que pareçam ser para quem as não conhece, servem para tirar os diabos e a maldades do corpo e mente dos infelizes criminosos infiéis e descrentes maometanos e permitir que essas criaturas possam ser gente e decentes.

Alguns links interessantes: Tratamento do câncer da mama sem cirurgia – Made in Israel

Papa Calisto III e sua reação contra a jihad turco-otomona do século XV

Muçulmanos caminham para sua destruição

Posted in Islão | Leave a Comment »

O islão é a pior praga que a humanidade já produziu

Posted by Conselho Superior do Supremo kalifado em Maio 1, 2016

“O islão é a pior praga que a humanidade já produziu”

Depois da blogosfera dita nacionalista anticristã ter-se deliciado com o que disseram recentemente mais dois de inúmeros membros da Igreja Católica que traem a instituição de origem divina que supostamente deveriam servir – o arcebispo de Colónia, Rainer Woelki,que está preocupado que os alemães votem nos nacionalistas da AfD, e o bispo austríaco Agidius Zsifkovics, que se insurgiu contra a construção de uma barreira para não deixar entrar «refugiados» no país -, cumpre a este blogue ripostar colocando aqui (mais) um exemplo daquilo que é verdadeiramente um membro da Igreja de Cristo: o padre, teólogo e professor de filosofia Manuel Carreira, que é também um astrofísico famoso com inúmeros trabalhos realizados para a NASA – mas então a Igreja não é contra a ciência?! -, disse a verdade sobre a seita islâmica numa entrevista ao jornal El Español. “O islão é a pior peste que ocorreu à humanidade”, afirmou sem pestanejar o sacerdote espanhol, ressaltando que as raízes da Europa são cristãs e que o islão nunca se adaptará ao modelo cultural europeu. Pe. Manuel Carreira defende mesmo que o islão nunca contribuiu positivamente com nada para a sociedade moderna e que não tem uma teologia própria, mas sim um modo de pensar elementar, eliminando tudo o que não entende sobre a Trindade e a encarnação de Cristo.

Não se compreende como é que há padres hoje em dia que se estão literalmente a cagar para os grandes santos doutores da Igreja, como São Tomás de Aquino, São João Damasceno, Santo António, São Francisco Xavier, etc. Todos eles expuseram a aldrabice satânica que é o islão… mas os padrecos de agora, embebidos do espírito do Concílio Vaticano II, só querem falar do “ecumenismo” e tratar os muçulmanos como sendo também nossos “irmãos”. Pois claro! “Irmãos” que só pensam em enganarem matarem  e em toda a sorte de crimes!

Posted in Islão | Leave a Comment »